Pular para o conteúdo principal

O INP é o Interaction to Next Paint, que na tradução livre significa “Interação com a próxima pintura”, ela substitui o  First Input Delay (FID) foi introduzida pelo Google como uma nova métrica do core web vitals, que teve início em março de 2024.

Quando um usuário clica em um link, é medido o tempo que leva para aquela resposta ter uma interação, pode alterar a cor do botão quando o cursor passa por cima, pode direcionar para outra página, e tudo isso é avaliado pelo INP.

Ele proporciona mais engajamento, pois com menos falhas e tempo de espera os usuários permanecem no seu site. É muito utilizado em páginas de vendas, e tem uma resposta positiva na taxa de conversão. 

Também é um grande aliado do SEO, pois ajuda no rankeamento e usabilidade, o seu site pode aparecer na primeira página do Google toda vez que os seus usuários buscarem palavras-chaves que a sua marca utiliza.

O que é Core Web Vitals?

INP

O Google criou o conjunto de métricas Core Web Vitals para avaliar a experiência de usuários em sites, que precisam ter um carregamento rápido, interatividade, responsividade e um design visual estável.

Além do INP, o Core Web vitals compões 3 métricas que são:

  • Largest Contentful Paint (LCP): avalia o tempo de renderização dos conteúdos da página principal do site, pois deve aparecer rápido aos usuários e ser abaixo de 2,5 segundos; 
  • First Input Delay (FID): é a métrica que analisa o tempo da primeira interação do navegador com o clique ou rolagem do usuário, e deve ser abaixo de 100 milissegundos; 
  • Cumulative Layout Shift (CLS): mede a instabilidade visual do site, todos os elementos que se movem durante o carregamento tem o tempo avaliado pro essa métrica e deve ter pontuação inferior a 0.

O que é INP?

INP

O INP Interaction To Next Paint, avalia a experiência de usuário por meio da agilidade e desempenho que a página o responde, agora irá compor as métricas do Core Web Vitals e os relatórios do Google Search Console.

É preciso realizar constantes atualizações para manter o funcionamento do INP, porque se não for otimizado o rankeamento e resultados despencam. 

Um excelente exemplo disso é o jornal indiano The Economic Time, que após aplicar a métrica reduziu a taxa de rejeição do site em 50%, o que indica que a maioria dos usuários que acessaram consumiram o conteúdo, pois avaliou que permaneceram com mais tempo de tela.

Dicas para aplicar as métricas INP no seu site

Se busca atingir o objetivo de proporcionar uma boa experiência ao usuário, aplique a métrica INP, com as dicas que vamos passar a seguir. Confira!

Carregamento dos conteúdos deve ser prioridade

Utilize WebP para imagens e vídeos com formatos modernos, são mais ágeis e eficientes, lembre-se de comprimir o tamanho dos arquivos sem perder a qualidade deles.

Para evitar que os scripts bloqueiem a renderização da página, basta utilizar os atributos defer ou async nas tags <script>, também pode utilizar o Google Tag Manager para essa ação.

Servidor precisa ter o tempo otimizado

Tenha uma rede de distribuição de conteúdo, para que sejam distribuídos em servidores de diferentes localizações, o que ajuda na hora de rankear para várias cidades, estados ou países.

Reduza o tempo de processamento, tenha uma boa infraestrutura e implemente técnicas no cache para a atualização do site ser mais rápida, pode usar o Varnish Cache ou Memcached.

Por que usar ferramentas para monitorar o INP?

Além do Google Search Console também podem ser utilizados o PageSpeed Insights e Lighthouse, todos monitoram o INP no seu site, identifica o que precisa modificar e auxilia na otimização do mesmo.

Utilizar essas ferramentas ajuda a reduzir o tempo de resposta do servidor, reduz o tamanho dos arquivos para acelerar o carregamento rápido no JavaScript e CSS, impede que imagens apareçam no momento errado e interrompa a interação do usuário.

Além de não perder a qualidade das imagens e fazer com que os sites tenham um design e estrutura mais compacta e otimizada, pois precisa ser responsivo para dispositivos móveis sempre perder o formato para outros tipos de telas.

Você já sabia da utilização do INP?

Essa métrica deve passar por atualizações e monitoramento constantemente, para sempre manter um bom posicionamento nos resultados de pesquisa do Google. Tenha um especialista SEO para alinhar essa e outras técnicas à experiência de usuário do seu site.

Faça a nossa auditoria gratuita, que vamos identificar tudo o que seu site precisa, além dos links internos. E depois podemos marcar um cafézinho com nossos time de especialistas para trás as suas dúvidas, sem compromisso.

Leia também: O que são breadcrumbs e como utilizá-los no seu site?

Deixe uma Resposta

×